Um dia de cada vez

Hoje finalmente consegui esquecê-la!

Esqueci mesmo. Deixei-a para trás completamente.

Não lembro mais nem do seu telefone.

Um por um, fui esquecendo dos números daquela combinação perfeita que me ligava a ela.

E que acabei de esquecer.

Primeiro foi o nove, depois o seis e o dois.

Deixei de lado também o oito, o zero e o cinco.

Só não esqueci o quatro porque aparece no meio e repete no final.